O que faz o TST Técnico de Segurança do Trabalho

Técnico de Segurança do Trabalho: qual a importância para as empresas?

O técnico de segurança do trabalho é um dos principais protagonistas na empresa, responsável por promover segurança, saúde e bem estar entre os colaboradores.

E para justificar a importância de um profissional, para essas finalidades, não precisamos de argumentos tão elaborados, basta verificar indicativos frequentes de pesquisas, que apontam uma assustadora realidade.

Uma delas é a constatação de que um trabalhador morre por acidente de trabalho ou doença ocupacional a cada 15 segundos. Contabilizando de 2012 a 2020, foram 21.467 brasileiros, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Os acidentes são tão frequentes que entre 2012 a 2017, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) gastou em média R$67 bilhões com pagamentos para vítimas de acidentes e doenças ligadas ao trabalho.

É nesse cenário preocupante que a atuação de um Técnico de Segurança do Trabalho recebe destaque. Através dele, a empresa consegue se manter longe de multas, processos judiciais, doenças e acidentes, que impactam na produtividade.

Por isso, entenda, nesse post, a importância de ter esse profissional na equipe. Veja o que separei:

  • O que faz um Técnico de Segurança do Trabalho?
  • Importância na empresa!

O que faz um Técnico de Segurança do Trabalho?

O Técnico de Segurança do Trabalho é o profissional que atua nos ambientes que oferecem riscos, mesmo nos locais em que, aparentemente, o risco não existe.

A atividade desse profissional é regulamentada pela Portaria nº 3.275 de 21 de setembro de 1989.  A portaria estabelece as principais atribuições de um Técnico em Segurança do Trabalho, sendo citados no total 18 itens referentes a rotina desse trabalhador. São eles:

  1. Informar ao empregador seu parecer técnico sobre soluções e riscos existentes;
  2. Manter os funcionários cientes dos riscos e das medidas tomadas como solução;
  3. Verificar quais os métodos de trabalho utilizados, identificar os riscos de doenças ocupacionais, acidentes de trabalho ou agentes ambientais agressivos, a fim de propor medidas de eliminação ou controle;
  4. Fazer os procedimentos de segurança e higiene, avaliando os resultados alcançados, adequando-os as estratégias usadas e integrando a ações preventivas;
  5. Realizar programas de prevenção e sugerir atualizações nos procedimentos;
  6. Promover eventos de discussão sobre riscos de acidentes e doenças ocupacionais;
  7. Organizar os períodos de reforma e construções com padrão de segurança e higiene;
  8. Difundir em todos os setores as análises, normas e todas as informações pertinentes à segurança no trabalho;
  9. Selecionar e inspecionar equipamentos de proteção indispensáveis, levando em consideração os requisitos da legislação;
  10. Estimular atividades de preservação ao meio ambiente;
  11. Orientar empresas prestadoras de serviços sobre procedimentos de segurança;
  12. Usar métodos científicos para as atividades relacionadas à segurança e higiene;
  13. Levantar estatísticas de acidentes e doenças do trabalho, propondo ajustes e prevenção;
  14. Fornecer analises precisas ao RH;
  15. Informar a todos sobre atividades insalubres e perigosas, bem como as medidas de cuidado;
  16. Avaliar as condições ambientais de trabalho com parecer técnico;
  17. Relacionar-se com órgãos que cuidem desses assuntos;
  18. Participar de eventos de aperfeiçoamento profissional.

Importância na empresa!

Independente da área de atuação, toda empresa precisa de profissionais que tenham atividades engajadas em diminuir os riscos de acidentes e doenças ocupacionais.

Nesse sentido, ter um Técnico de Segurança do Trabalho reduz as possibilidades de custos com tratamentos de funcionários, problemas na justiça e índice de afastamento dos funcionários.

Vale ressaltar que, empresas que não priorizam a prevenção da saúde e bem estar de seus colaboradores, acabam tendo muitos profissionais invalidados por doenças e acidentes, o que se reflete significativamente na produtividade do negócio.

Por isso, ter um profissional com o conhecimento técnico correto, para gerir riscos se torna essencial. Esse é papel do Técnico de Segurança do Trabalho, pois ele entende quais os principais métodos para promover a saúde e segurança na empresa.

Agora que você conheceu como esse profissional é importante, preze pela integridade de seus colaboradores e do sucesso de sua empresa, avaliando um bom profissional dessa área.

Para outros posts relacionados, continue acompanhando meu blog.

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!



    , , ,
    Post anterior
    CIPA: qual a importância e o seu papel dentro das empresas?
    Próximo post
    Ergonomia: o que levar em consideração para começar a aplicá-la?

    Posts relacionados

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir

    Menu