Curso Técnico Segurança do Trabalho

Curso Técnico Segurança do Trabalho: vale a pena o investimento?

Um dos assuntos que mais merece atenção é a segurança dentro de uma empresa. Garantir um ambiente saudável, livre de riscos de acidentes e de fatores prejudiciais à saúde, a longo e curto prazo, sempre deve ser prioridade.

Devido a essa demanda contínua, o curso Técnico de Segurança do Trabalho sempre é procurado. Afinal, é uma área de relevância que ajuda a assegurar a saúde e bem-estar dos colaboradores.

Entretanto, muitos profissionais ainda possuem dúvidas se realmente vale a pena investir nessa formação ou se existem outras alternativas.

Por isso, nesse texto, trouxe informações sobre como funciona o curso Técnico de Segurança do Trabalho, quais as responsabilidades do profissional formado e como funciona o campo de atuação no mercado.

Veja os tópicos que separamos, para você:

  • Tarefas da função
  • Como o curso Técnico Segurança do Trabalho funciona
  • O investimento vale a pena?

Tarefas da função

O cargo de Técnico em Segurança do Trabalho envolve tarefas relacionadas à prevenção de riscos e análise de situações, que possam prejudicar a saúde dos funcionários, com a finalidade de evitar acidentes e doenças ocupacionais.

Assim, um Técnico em Segurança do Trabalho fica responsável pelas seguintes demandas:

– Impulsionar ações que visem prevenir acidentes;

– Analisar e controlar riscos no ambiente de trabalho;

– Desenvolver programas de prevenção;

– Orientar toda equipe buscando a conscientização;

– Avaliar a entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs );

– Registrar irregularidades;

– Investigar acidentes ocorridos;

– Participar de reuniões sobre segurança no trabalho;

– Levantar dados e recomendações de medidas que melhorem a saúde e segurança dos colaboradores.

Por conta dessas atividades, o mercado busca profissionais com perfil analítico, com disciplina e bom relacionamento interpessoal, visto que, essa função exige uma comunicação contínua com o time.

Como o curso Técnico Segurança do Trabalho funciona

O curso para essa profissão tem uma carga horária de 1200 horas. Essas horas são distribuídas, em média, no período de 2 anos. Por isso, esse curso é dividido em módulos, que abordam as seguintes matérias:

– Legislação aplicada à saúde e segurança no trabalho;

– Investigação e análise de acidentes;

– Técnicas de prevenção e combate a incêndio;

– Patologia ocupacional e programa de saúde;

– Noções de atendimento pré-hospitalar: primeiros socorros;

– Técnicas de segurança na construção civil;

– Fundamentos de gestão ambiental;

– Higiene ocupacional – Riscos Químicos e Biológicos;

– Controle de perdas e gerenciamento de riscos;

– Sistema de gestão de qualidade;

– Liderança e empreendedorismo.

As matérias abordam conhecimentos específicos, com aplicação da teoria em atividades práticas, auxiliadas pelos professores. Dessa forma, o aluno consegue atuar com competência desde a primeira oportunidade na área.

Esse é um aspecto extremamente importante para uma atuação segura, em diversas situações. São essas estratégias do curso técnico que permitem um ensino completo, bem como um preparo baseado na realidade de atuação desse profissional.

O investimento vale a pena?

Os números relacionados às mortes causadas por acidentes de trabalho ainda são altos no país. Da mesma forma, inúmeros profissionais perdem habilidades, deixando muitas vezes de exercer suas funções, por conta de acidentes ou doenças ocupacionais.

Isso mostra como é fundamental ter pessoas capacitadas em segurança nas empresas. A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) não é obrigatória para todas as organizações, mas mesmo as que não precisam da CIPA têm a obrigação de ter, pelo menos, um funcionário responsável por promover a segurança no ambiente.

Por isso, vale a pena investir no curso, já que o mercado sempre irá precisar de profissionais tecnicamente qualificados para essas demandas.

Nesse sentido, as empresas também podem investir na qualificação de sua equipe cipeira, incentivando que membros também invistam neste tipo curso, pois reforça os conhecimentos tornando a equipe mais preparada.

Sobretudo, devido às responsabilidades desta função. Garantir a saúde e bem-estar das pessoas é algo que precisa ser levado a sério, com preparo técnico.

E aí, prontos para investir na sua carreira profissional com o Curso Técnico Segurança do Trabalho?

Espero ter ajudado! Caso tenha dúvidas aproveite os comentários, será um prazer ajudar!

Quer receber conteúdos de qualidade?

Inscreva-se em nosso newsletter e seja o primeiro a receber todas as novidades que surgirem por aqui em seu e-mail!



    , , ,
    Palestras para SIPAT: como escolher as melhores para o evento?
    Técnico em Segurança do Trabalho: quais atividades do profissional no dia a dia?

    Posts relacionados

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Preencha esse campo
    Preencha esse campo
    Digite um endereço de e-mail válido.
    Você precisa concordar com os termos para prosseguir

    Menu